Acertar o caminho

Luiz Antônio Gaulia

Os tempos atuais trouxeram para o mundo incertezas maiores do que poderíamos prever. O 11 de Setembro marcou o fim de uma era e o nosso futuro comum está muito mais indefinido. A possibilidade de ocorrências incontroláveis faz cada vez mais parte de nossa rotina.

O consumo desenfreado nos torna cúmplices do aquecimento global, através de uma industrialização produtiva inconseqüente. Crescimento econômico não basta. O equilíbrio entre as dimensões ambientais, sociais e econômicas é a meta. Difícil, uma vez que ninguém ainda sabe direito como mudar as regras do jogo sem quebrar a banca. Em nossos planejamentos, precisamos considerar ameaças de terrorismo, riscos de pandemias (no Brasil, temos de volta a febre amarela e a dengue hemorrágica), mercados nervosos, especuladores de plantão, concorrência global acirrada. Em alguns países, presenciamos o fortalecimento de governantes com tendências autoritárias e suas conseqüentes quebras de contratos, alteração de regras.

Podemos dizer que largamos as mãos de um trapézio inseguro, mas de certa forma conhecido, e voamos na direção de outro trapézio – este sim, um completo desconhecido. Agora, estamos bem no meio do abismo entre um lado e o outro.

Alguns estudiosos apontam esta fase da história humana como uma grande oportunidade global. Outros apontam para a derrocada definitiva de sistemas econômicos, modelos políticos e estruturas morais tradicionais. Tudo está sendo questionado, transformado. A comunicação inclusive.

Hoje temos ferramentas de interatividade que conectam milhares de pessoas. Acessamos ambientes de informação e troca de conhecimentos de dia e de noite. As fronteiras entre interior, periferia e os centros urbanos desapareceram. Cidadãos do mundo ligados em sites editam vídeos, enviam opiniões e manifestos. Adolescentes reunidos em comunidades digitais, indígenas blogueiros, movimentos sociais organizados globalmente mantém uma vida virtual pulsando em paralelo ao mundo concreto. Não há mais privacidade, por conseqüência há mais escândalos sendo descobertos.

Estamos cada vez mais interligados, informados e dependentes de uma grande rede de relações. Nenhuma geração viveu isso, até hoje. E nenhuma empresa vai sobreviver se não mergulhar neste cenário, neste novo mundo. Meio desconhecido talvez psicodélico, mas altamente dinâmico, mutante e em expansão comunicacional.

Comecei este artigo falando sobre incertezas, riscos, mudanças e termino falando sobre comunicação. Porque mesmo não tendo uma bola de cristal para saber qual será nosso futuro – e muitos jornais falam que vem aí uma crise econômica global, a comunicação será a nossa tábua de salvação.

Nunca antes falamos tanto em diálogo com partes interessadas, engajamento de stakeholders, qualidade das relações, respeito à diversidade e outros termos que já se tornaram jargões corporativos. Nunca as empresas estiveram tão propensas a apresentar seu valores, suas crenças, suas missões. A escrever códigos de conduta, publicar relatórios prestando contas de suas atividades e a comunicar suas estratégias de sustentabilidade. Seus erros e acertos. Seus aprendizados.

Ainda existe muito a ser feito. O futuro nos exige soluções novas e vai demandar muito mais esforço. Trabalho em conjunto, troca de idéias, abertura para a pluralidade e dessa forma para a inovação. E é neste momento que o uso da comunicação para a sustentabilidade fará a diferença para as empresas, públicas ou privadas. Quando diferentes públicos tiverem canais de diálogo permanentes e capazes de aproximar as pessoas, romper barreiras.

A comunicação para a sustentabilidade pode ser uma espécie de bússola. Quando tivermos dúvidas sobre a melhor direção, ela vai nos dar maiores chances de entendimento mútuo, tolerância e colaboração. De acertar o caminho para o nosso futuro comum.

Anúncios
Esse post foi publicado em papo sério e marcado , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Acertar o caminho

  1. Livia disse:

    Olá todos,
    Entrei no blog e acabei no novo site.
    Está ótimo!
    Parabéns por essa guinada e que venham sempre boas novidades.
    abs,
    Lívia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s