Etanol a base de jornal e frutas

A mistura de cascas de frutas, principalmente de laranja, e de papel jornal poderia ser usada para produzir o etanol, álcool utilizado em automóveis. A revelação, publicada por um estudo publicado no periódico Plant Biotechnology Journal, diz ainda que esse combustível é mais limpo que o etanol derivado do milho e menos poluente que a gasolina.

Segundo Henry Daniell, cientista da Universidade Central da Flórida, em entrevista para a Folha Online, seria possível “proteger o ar e o ambiente das próximas gerações”, já que esse álcool produz menos gases estufa que a gasolina ou a energia elétrica. Atualmente, a tecnologia de produção de etanol dos EUA utiliza enzimas para transformar as cascas de laranja em açucar, que por sua vez é fermentado para se transformar em etanol.

Como os resíduos usados no processo são abundantes, a produção do etanol de frutas e jornal não comprometeria a demanda de alimentos nem um aumento nos preços. Só na Flórida, seria possível produzir 200 milhões de galões (1 galão = 3,75 litros) de etanol a cada ano a partir dessa descoberta. Apesar das conclusões, o trabalho não tem previsão de chegar à indústria.

Anúncios
Esse post foi publicado em Neurônios a mil e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s