Casa de Serragem

Foto: Portal Unicamp

Blocos de serragem
aguentam o sopro do lobo mau?

O pesquisador da Unicamp Flávio Dantas Filho conseguiu transformar serragem em blocos e material de enchimento das pré-lajes para construção civil. A descoberta substitui a areia do composto e reutiliza os resíduos “indesejados” de serrarias e madeireiras, evitando que elas sejam queimadas ou jogadas em rios.
Nas contas de Dantas Filho, uma serraria de médio porte, que produza 2 mil m³ de madeira por mês, pode gerar até 620 mil toneladas de serragem por ano.
O pó de serra se comporta como um material mais leve e 3,5 vezes mais isolante térmico que o concreto tradicional. Outro benefício da substituição da areia pela serragem é a acústica dos ambientes, que absorve mais os ruídos. Além disso, “o bloco pesquisado pode fazer parte da decoração do local, pois pode ser pintado e possui o aspecto de alvenaria convencional”, diz o inventor.
Anúncios
Esse post foi publicado em Neurônios a mil e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s