Olimpíadas 2012: exemplo de destinação de resíduos

Foto: Época Negócios

Uma “Casa de Pássaros” para seres humanos?

Quando as obras para os Jogos Olímpicos de Londres-2012 começaram, tudo foi cercado com aproximadamente 11 milhas de tapumes e cercas azuis, indicando que lá estavam os locais que vão receber os melhores competidores esportivos. Porém, o material está lá, parado desde 2006, e o destino será, provavelmente o lixo.
Para que esse descarte não aconteça, os arquitetos do Studio Superniche desenvolveram o que eles chamam de “legado olímpico”: uma série de construções e estruturas temporárias concebidas para facilitar a ocupação local, principalmente os usuários do Lower Sea Valley, de Londres.
De acordo com os projetistas, os tapumes podem virar um pavilhão de Ping Pong, um abrigo temporário similar a uma casa de pássaros, um quiosque ou um local para se guardar barcos. Para concretizar a idéia, o grupo lançou protótipos e um kit transformar a matéria-prima.
Anúncios
Esse post foi publicado em Neurônios a mil e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s