Menos árvores, menos sexo?

Foto: Telegraph

Questão de prioridade: árvores derrubadas para inibir sexo ao ar livre.

O conselho de Lancashire, no Reino Unido, cortou seis mil árvores para impedir que as pessoas continuem fazendo daquele local um “dogging hotspot”, ou seja, um lugar onde as pessoas se encontram para fazer sexo. As autoridades alegam que as árvores plantadas corriam risco de cair, pois estavam frágeis.

“Esse trabalho da United Utilities é essencial e cortar essas árvores também funciona como um fator de desistência para as pessoas que vão dogging“, disse o vereador local Colin Rigby, em entrevista ao Telegraph. O sargento Mark Wilson, da polícia de Lancashire, complementa: “é muito cedo para dizer se o corte das árvores teve qualquer impacto sobre o dogging, mas nós vamos prestar atenção regular na área”.

Entretanto, as organizações locais não ficaram felizes com a derrubada. Brian Jones, da organização Amigos da Terra, relata que remover essa milhares de árvores é um absurdo e que “as árvores coníferas da região são fundamentais para barrar os ventos e para atrair chuvas para a região”.

Pelo jeito, os praticantes de dogging terão de achar um novo lugar para se divertir ao ar livre, já que foram abatidos 12 hectares de plantas coníferas, que haviam sido plantadas após a Segunda Guerra Mundial.
Anúncios
Esse post foi publicado em papo sério e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s