Transporte: Brasil na contramão


Enquanto países desenvolvidos da Europa, a Austrália e até (UAU) os EUA conseguiram diminuir a quantidade de carros nos grandes centros urbanos, as metrópoles brasileiras ainda registram altos índices de congestionamentos e um transporte público cada vez mais degradado.

Os números são de um estudo do Instituto de Sustentabilidade da Universidade de Perth, na Austrália. O artigo aponta que, desde 2004, a quantidade de quilômetros rodados por carro começou a cair em cidades como Londres, Estocolmo, Viena e Atlanta. Como conseqüência, a quantidade de embarques em ônibus, trens e metrô cresceu 12% nos Estados Unidos, 8% no Canadá e 6% na Austrália.

Na contramão, um estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) aponta que na última década o uso do carro no Brasil aumentou 8% ao ano, e o de motocicleta, 15% ao ano, em 12 regiões metropolitanas. Enquanto o uso do transporte público caiu 30 % nos últimos dez anos.

(MICHELE CARVALHO)

Anúncios
Esse post foi publicado em Conceitos básicos. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s